Apresentando: Suas Duas Vidas

By André Gibran

maio 23

Você tem duas vidas. Talvez ainda não tenha parado pra pensar nisso, então preste atenção…

Você tem uma vida normal como todo mundo. Uma vida em que você acorda, toma café, vai pro trabalho, conversa com as pessoas, volta pra casa, assiste alguma coisa, dorme.

Estou generalizando, claro. Mas continue comigo.

Vamos chamar essa primeira vida de “vida externa”.

E você tem também uma segunda vida. A “vida interna”.

Pra você entender bem, vou te dar um exemplo (Todo mundo deveria dar exemplos ao explicar qualquer coisa. O mundo ficaria bem mais interessante…). 

Então vamos lá:

Na sua “vida externa” você acordou e está neste momento tomando café. Isso é o que dá pra ver você fazendo. 

Se perguntar pra qualquer pessoa: “O que fulano está fazendo?”, dirão: “Está tomando café.”

Já a sua vida interna é só você que conhece, e talvez as pessoas mais próximas a você conheçam um pouco.

Enquanto “tomar café” mostra a sua tranquila vida externa, internamente você pode estar um caos, pensando sem parar em como sair da dívida em que se meteu. Ou pode estar pensando que talvez nunca vá conseguir se livrar desse trabalho que você não gosta.

Agora que eu falei ficou fácil reconhecer suas duas vidas, tenho certeza.

Mas há algo mais importante do que identificar suas duas vidas. 

É preciso saber que essas vidas são interdependentes.

AutoInfluência

Sua vida externa influencia sua vida interna e vice-versa.

Note como é fácil perceber a influência da vida externa:

Se você está tomando café da manhã e derruba suco de laranja na sua camisa que acabou de vestir, o externo (derrubar suco) pode influenciar o interno (pensamentos e emoções) e você pode demonstrar raiva, frustração.

Como decorrência dessa raiva (interno), agora o seu mundo externo pode ser influenciado. 

Você pode, por exemplo, levantar com pressa pra colocar a camisa pra lavar e arrumar outra pra vestir. Ao encontrar sua esposa pelo caminho, talvez suas palavras não sejam nada carinhosas, o que pode gerar uma breve discussão entre vocês.

Brigado com a mulher, você sai de casa acelerando o carro, já que também está atrasado. No caminho fura um farol vermelho e ao olhar pelo retrovisor nota um guarda fazendo a multa que vai chegar pra você muito em breve.

Eu sei, agora que eu falei tudo isso com exemplos, tudo lhe parece óbvio, certo?

Auto Controle

Mas o grande lance é saber que seu estado interno pode ser controlado, e através disso, as manifestações externas também.

Assim como seu corpo pode ser treinado pra aguentar correr uma maratona, sua mente pode ser treinada pra lidar melhor com frustrações e sentimentos negativos em geral.

Vejamos por exemplo um problema muito comum dos nossos dias, que é a procrastinação.

Ela nasce de uma insatisfação interna com a tarefa que se necessita executar.

Em geral se você procrastina, se deixa pra depois, é porque a tarefa é muito chata, ou muito grande, ou muito difícil de fazer, requerendo grande gasto de energia mental ou física.

Exercício Prática de Auto Controle

No meu curso “HiperFoco em 10 Dias”, uma das 10 técnicas ensinadas é a técnica “Casca Grossa do Foco”. 

Ela funciona assim: todas as vezes que você está executando algo mas quer parar, você pega o cronômetro do celular e coloca 5 minutos. E então, por 5 minutos mais, você vai se forçar a fazer aquilo.

A cada tarefa chata, difícil ou desestimulante, quando der vontade de parar você vai pegar o cronômetro e vai configurar mais 5 minutos, e vai dizer a si mesmo: “Só mais 5 minutos. 5 minutos de esforço pra desenvolver uma força mental acima do normal!”

O que você estará fazendo é aumentando seu limiar de dor. Você vai se acostumar com o que é difícil, chato, complexo. E isso vai te dar um superpoder, porque a vida é cheia de tarefas que você tem que fazer mas não quer.

Quem faz o que precisa ser feito, independente se quer ou não, são as pessoas chamadas disciplinadas. E o sucesso pertence a esse tipo de gente.

Executar essa técnica é parecido com fazer um exercício de alongamento. Quando mais você estica, mais flexibilidade e elasticidade você tem com o passar do tempo.

Inclusive você pode começar com 5 minutos e estender esse tempo pra 10, 15, 30 minutos.

Com o tempo você vai fazer tarefas difíceis com muito mais facilidade, e os outros vão se perguntar o que houve com você, como se desenvolveu tão rápido, o que mudou.

Se você entendeu que o treinamento mental é mais simples do que você pensa e que pode mudar completamente a sua vida, este artigo cumpriu seu propósito!

Se quiser ajuda prática pra desenvolver todo o seu potencial e destravar sua vida, considere dar uma olhada no curso “HiperFoco em 10 Dias”.

CLIQUE AQUI PARA VER O CURSO

Abraço!

Follow

About the Author

Em 2013 eu larguei meu cargo público no Tribunal de Justiça de SP pra viver de marketing digital (uma baita galera me criticou por isso...). Essa acabou sendo a melhor decisão de minha vida! Desde então já ajudei milhares de pessoas a usarem o poder do Copywriting pra construir vida nova fazendo algo que amam!

  • Regina Delgado disse:

    Muito interessante André, este método para vencer a PROCASTINACÃO!! já vou a utilizar os 5 minutos a mais nas minhas tarefas! 👋👋👋👋👋

  • >