Sonho ruim

By André Gibran

jan 30

Acordei às 07:24h porque o quarto estava claro. Era minha filha pequena, de 3 anos, que havia aberto a porta do banheiro, querendo escovar os dentes porque, como ela mesma disse: “Já é dia, papai.”

Enquanto passava pasta na escovinha dela, um incômodo me assolava. E era por causa de um sonho não muito bom que tive.

Não me lembro o que foi, mas sei que não era bom. E me peguei indignado pensando numa maneira de como controlar os sonhos. Será possível?

Já ouvi falar que sim e também já ouvi falar que não. Sei que eu mesmo nunca consegui. Mas isso não vem ao caso. Não conseguir controlar o sonho é só mais uma das coisas sobre a qual não temos controle.

A sabedoria está em ter consciência do que controlamos e do que não controlamos. E não gastar tempo nem energia tentando controlar o que não dá.

Todo mundo reclama da falta de tempo, mas Deus é justo e bom. E dá a todos a mesma quantidade de minutos todos os dias. O negócio é investir esse tempo agindo sobre coisas e situações que podemos controlar.

Follow

About the Author

Em 2013 eu larguei meu cargo público no Tribunal de Justiça de SP pra viver de marketing digital (uma baita galera me criticou por isso...). Essa acabou sendo a melhor decisão de minha vida! Desde então já ajudei milhares de pessoas a usarem o poder do Copywriting pra construir vida nova fazendo algo que amam!

>