fbpx

Como Saber Se Minha Copy Vai Vender?

By André Gibran | Copywriting

Você olha pro seu celular. São 16:57h. Você se lembra que está fazendo pesquisa e escrevendo essa copy desde às 10:00h da manhã. E parou só por meia hora pra almoçar...

Finalmente você terminou. Foram alguns dias de trabalho, e agora você olha pra tela do seu computador e tem um belo trabalho de copywriting na sua frente!

Mas será que vai vender?

Tem uma coisa que você deve fazer que vai te poupar muito tempo e trabalho, e também dinheiro. Afinal, você não quer passar dias da sua vida escrevendo uma copy completa que não vai vender. Também não quer simplesmente colocar qualquer copy no ar e rodar anúncios pra ela só pra descobrir que não converte.

Então hoje eu vou te ensinar uma análise de 03 passos que eu faço, antes mesmo de escrever a copy toda.

Eu chamo de:

Análise CIC

No meu processo de escrita de Copywriting, eu prefiro escrever um pouco e já analisar. Depois escrevo um pouco mais e analiso, e assim sucessivamente.

Depois de escolher e escrever a Headline, eu parto para a a escrita do LEAD, que é a primeira parte da copy. A parte responsável por despertar a atenção e gerar interesse no leitor.

O LEAD corresponde aos primeiros parágrafos de uma copy, e se você perder o leitor aí, perdeu a conversão. Ele não vai ler até o fim e não volta mais.

Então o que eu faço é escrever o LEAD e depois já fazer uma análise CIC.

CIC é a sigla para:

C: CONFUSA
I: INACREDITÁVEL
C: CHATA

Começo pelo primeiro "C", de "confusa".

Leio o que escrevi e me pergunto:

  • Isso está fácil de entender?
  • Está claro o suficiente?
  • Estou usando palavras muito difíceis para o público alvo que vai ler essa copy?
  • Criei uma imagem mental simples na cabeça do meu leitor?

As respostas para essas perguntas devem ser satisfatórias, ou então devo reescrever o que não está bom.

Depois passo para o "I", de "inacreditável":

  • Dá pra acreditar no que eu escrevi?
  • Estou prometendo demais?
  • Tenho provas suficientes do que estou dizendo pra que o leitor acredite em mim?
  • Se tenho provas, já as estou citando nesse início de copy, para que o leitor não vá embora sem ter contato com elas?
  • Tenho algum depoimento que comprove o que estou prometendo?

Quanto maior a oferta, de mais provas eu preciso.

Se prometo a alguém que vai "ganhar R$7.545,00 nos próximos 5 dias iniciando do zero na internet", é melhor que eu tenha provas e depoimentos, e que os mostre logo. Se não fizer isso a pessoa que está lendo vai embora, por entender que está lendo mais uma promessa vazia de internet.

A seguir passo para o último "C", de "chata":

  • Essa copy atrai mesmo a atenção de quem está lendo?
  • Gera curiosidade?
  • Faz a pessoa ter vontade de ler mais, ou é apenas a repetição de tudo o que a pessoa já está acostumada a ler sobre o assunto?

O Leandro Ladeira, que é um cara bom pra você acompanhar quando se trata de marketing digital e copywriting, costuma associar copy chata com o "Jornal Hoje".

Ele diz que no "Jornal Hoje" as matérias são sempre "mais do mesmo". Não tem impacto nem coisas muito diferentes do que estamos acostumados a ver.

Dá uma olhada nessas duas matérias que acabei de pegar no site do G1:

Sempre mais das mesmas notícias que vemos sempre.

Resumindo...

  1. Sua Copy está CONFUSA?
  2. Sua Copy está INACREDITÁVEL?
  3. Sua Copy está CHATA?

Se você passar por esses 03 pontos e responder NÃO a cada um deles, sua Copy está pronta pra ser testada no campo de batalha!

Se você achou útil essa análise, e sente que ela vai te ajudar, deixa um comentário abaixo.

Abraço!

Follow

About the Author

Multi-Empreendedor Digital desde 2013, apaixonado em ajudar através da internet, servo de Deus, viciado em progresso e positividade. Tenho notado ao longo dos anos que pessoas de sucesso não são as mais inteligentes, as mais sábias ou as mais qualificadas. Em geral, faz sucesso quem AGE. E pra te ajudar a se tornar uma pessoa de ação é que eu estou aqui!

  • Luiz Virgilato disse:

    cara você é demais da conta sô, seus ensinamentos sem palavras, muito excelente (gramatica errada mas ta valendo) rsrsrs

  • Marli Jorge disse:

    Obrigada André. Quando desanimo, lembro de todas as suas palavras e retomo.

  • Eunice Nóbrega Portela disse:

    O metodologia CIC de análise da copy é bem interessante, gostei!!

  • >