Eu vendia minha vida por dinheiro…

By André Gibran | Empreendedorismo

É verdade. Eu vendia mesmo. Grande parte da minha vida eu trocava tempo (partes da minha vida) por dinheiro. Já vou te explicar sobre isso. Antes preciso te situar na minha situação essa semana.

Quem tem filho sabe como é...

Minha última semana foi bem difícil. Minhas duas filhas estão doentinhas...

A mais velha, de 11 anos, está se recuperando de uma pneumonia. A mais nova, que só tem 3 meses, está bem gripada, tossindo a noite inteira.

Quem é pai ou mãe já sabe a rotina: inalão, soro, remédios, chorinho sentido, indisposição. Aqueles sorrisinhos que a gente tanto gosta de ver se tornam raros.

Mas tem uma passagem da Bíblia que eu gosto muito, que diz: "Em tudo dai graças" (1 Tessalonicenses, 5:18).

E hoje, com minha bebê no colo, eu olhei pro céu e agradeci. Não por ela estar doente, é claro, mas por ter um trabalho que me permite tirar todo o tempo que eu precise pra cuidar das minhas pequenas.

O trabalho que me libertou

Trabalhar com marketing digital, como infoprodutor ajudando pessoas pela internet, é de fato tão bom ou melhor do que dizem.

Infoprodutor, caso você não conheça o termo, é a pessoa que produz e vende seus próprios cursos pela internet (infoproduto= produto de informação).

Hoje eu trabalho num escritório que montei no mesmo condomínio onde moro. Então minha rotina é sair de manhã do meu apartamento, por volta das 09:00h, descer de elevador até o térreo, andar 30 metros até o outro prédio, subir de elevador até o escritório e começar a trabalhar. O trajeto todo leva cerca de 5 minutos.

Nessa semana que passei com minhas filhas doentes, alguns dias vim pro escritório bem menos. Alguns dias trabalhei por vários períodos com meu notebook em casa, e depois dava uma chegadinha no escritório só pra finalizar alguma coisa.

Quando eu trocava tempo por dinheiro...

Antes de trabalhar pela internet, eu era funcionário público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Lembro de um dia bem aflitivo que passei, quando a minha mais velha, Lara, estava doente quando tinha uns 3 aninhos.

Eu, no trabalho, recebi a notícia que minha esposa estava no hospital e iam internar a Lara. Fiquei aflito, conversei com a chefia sobre isso, sobre a possibilidade de faltar alguns dias pra dar atenção a ela e lembro da burocracia que seria pra fazer isso acontecer.

Na prática pedi a licença, tirei os dias que queria antes de sair o resultado da avaliação, e depois descobri que não me deram a licença. Resumo: tive que pagar ao Tribunal por 5 dias que foram considerados como falta.

Situações como essa (esse não foi o único problema que tive), são comuns quando você trabalha para uma empresa ou para um órgão público.E não estou criticando. É normal, infelizmente. Você é um funcionário que tem que performar bem para manter seu emprego, ou será punido de alguma forma, como aconteceu comigo. Essa é a vida comum da maioria dos brasileiros.

E na prática, o que você está fazendo é trocar tempo da sua vida por dinheiro.

Eu não gostava do que eu fazia, mas o que eu precisava fazer pra sobreviver era permanecer no fórum, fazer meu trabalho por 8 horas pra então poder ir pra casa descansar pra no dia seguinte repetir.

Eu ganhava R$3.500,00 pra trabalhar 44 horas semanas. Se considerarmos que um mês tem 4 semanas, eu ganhava cerca de R$20,00 por hora de trabalho.

Ou seja, eu vendia uma hora de vida por R$20,00.

E digo que é  vender vida mesmo, a não ser que você faça o que ame. Mas se for só pelo dinheiro, é vender a vida pra receber um salário.

A decisão de 2014

Enfim, isso me fez querer fazer outra coisa da vida.

Graças a Deus, a partir de 2014 eu trabalhava integralmente como empreendedor digital. A responsabilidade pelos meus horários desde aquela época é só minha.

Hoje, com responsabilidade, claro, trabalho a hora que quiser e de onde eu quiser.

E olha a diferença: agora eu vendo cursos online e ajudo milhares de pessoas com eles. Eu produzo um curso e vendo por R$497,00, por exemplo. Então: 

  • Se 1 pessoa compra, eu ganho R$497,00;
  • Se 2 pessoas compram, eu ganho R$994,00 (mas só gravei o curso uma vez);
  • Se 5 pessoas compram, eu ganho R$2.485,00 (mas só gravei o curso uma vez);
  • Se 100 pessoas compram, eu ganho R$49.700,00 (e só gravei o curso uma vez, mas vendo cópias digitais pra quantas pessoas quiserem comprar!).

Isso se chama ESCALABILIDADE!

Paz mental...

Essa semana que passou tive total liberdade pra ajudar minha esposa no cuidado com as meninas. Não tive que pedir licença ou folga pra ninguém. Não tive que encarar carinhas feias no trabalho, nem gente me achando folgado. E também não me senti nem um pouco culpado.

Produzi um pouco menos, mas dei conta de todas as minhas obrigações nos horários que escolhi.

Logo, EM TUDO DAI GRAÇAS! Obrigado, Pai, por ter me dado a força e sabedoria suficientes pra trilhar o caminho que me trouxe até aqui!

Se você gosta de marketing digital e empreendedorismo, gravei um vídeo pra você não cair na pior mentira que contam sobre esse mercado. Assista:

Follow

About the Author

Multi-Empreendedor Digital desde 2013, apaixonado em ajudar através da internet, servo de Deus, viciado em progresso e positividade. Tenho notado ao longo dos anos que pessoas de sucesso não são as mais inteligentes, as mais sábias ou as mais qualificadas. Em geral, faz sucesso quem AGE. E pra te ajudar a se tornar uma pessoa de ação é que eu estou aqui!

  • Evany dos santos disse:

    Deus abençoe vc homem de Deus.Que os anjos do Senhor envie anjos com o bálsamo de Gileade e as cure pra glória de Deus.Gostei de ver sua fé no Senhor e o quão bom pai e bom esposo você é.Ja admiro você só por isso.Pois sua família é a maior riqueza que você possui.Continue assim e verás quantas bençãos mais o Senhor te acrescentará.Otimo legado estará deixando pra suas princesas, esposa e amigos.Gratidao André

  • Nelcy disse:

    É André Gibran...cada um de nós temos uma história, um caminho a percorrer, até que cheguemos naquilo que Deus nos preparou...Tudo no Tempo de Deus...Vc viveu um tempo, vendendo sua vida por dinheiro= 20,00 reais.
    Mas naquele momento foi o que te sustentou, e a sua família...Por isso a Palavra: Em tudo daí Graças ao Senhor. Crianças são assim mesmo...Horas bem, outras nem tanto, o que importa é que vc, conseguiu chegar onde queria chegar, e com isso, Deus te ajudando a ajudar pessoas que precisam, e que desconhecem, assim como eu, o ganhar dinheiro em casa, vendendo o que sabe.
    Eu gosto da frase: Tudo posso Naquele que me Fortalece...
    Suas filhas logo estarão bem...tdo dura o tempo necessário ...assim como o rio ...e suas águas..
    Seguem seu curso...assim é na nossa vida...tudo segue seu curso, seu caminho...
    Deus abençoe por contar um pouco de sua vida, e muito mais por ser uma pessoa íntegra.
    Grande abraço.

  • >