fbpx

O Erro Fatal do Marketing Digital

By André Gibran | Empreendedorismo

Por trabalhar pela internet desde 2013, muitas pessoas próximas me perguntam como fazer pra entrar e ganhar dinheiro no mundo do marketing digital também.

Existem alguns erros que você que está querendo abraçar uma carreira em marketing digital pode cometer. E tudo bem cometer erros. O problema é que tem um tipo de erro que simplesmente te impede de progredir na carreira logo no início. Esse erro não se deve cometer.

O erro fatal do marketing digital

Pra facilitar as coisas, vou fazer uma analogia com meu aprendizado sobre como dar um salto mortal. Ah, sim, eu aprendi. Mas não, hoje em dia eu nem tento mais! 

Quando eu tinha uns 16 anos, eu e meu primo assistimos um filme de capoeira e ficamos muito empolgados pra aprender a dar salto mortal.

No prédio onde morávamos, tinha uma quadra de areia, e uns pequenos muros onde poderíamos subir pra tentar a sorte num salto mortal. Contudo, essa ideia era arriscada demais.

A ideia do salto mortal ficou abandonada por um tempo, até que um dia fomos a um lugar onde havia piscina. E lá, mais confiantes porque íamos cair na água, começamos o nosso aprendizado.

Foi divertido, a gente aprendeu mais ou menos, até que as mães e tias ficaram preocupadas e mandaram a gente parar.

Depois disso, achamos uns garotos que faziam capoeira e acabamos aprendendo de verdade. Mas tudo muito devagar, com cuidado, passando de piscina pra colchão, de colchão pra areia e só depois de já termos dominado a coisa, passamos para o chão duro.

Veja, o erro fatal do marketing digital é querer dar o salto mortal no chão duro logo no começo. Explico:

Trabalhar com marketing digital vai exigir de você muito estudo. Costumo dizer que é como fazer uma faculdade, mas sem estar em sala de aula.

Você vai estudar coisas como:

  • Tráfego pago;
  • Tráfego orgânico;
  • Copywriting;
  • Gestão de mídias socias;
  • Webdesign...

Ok, aprender é importante. Mas mais importante do que isso é a ação.

Não queira abraçar o mundo

O problema do cara que está iniciando é querer abraçar o mundo de uma vez. E ao querer abraçar o mundo, ele vê que não é possível, e acaba desistindo.

Um dia falei com um cara que queria dar um curso de informática na internet. Queria ser infoprodutor.

Perguntei a ele se já tinha experiência com internet e ele disse que não.

Então sugeri que começasse devagar, criando vídeos para o YouTube ensinando o que sabia gratuitamente, para gerar autoridade e começar a se tornar conhecido por um público interessado no que ele tinha a dizer. Depois disso, perdi contato com ele.

Após um tempo, encontrei-o novamente e perguntei: "E aí, como vai o projeto da internet?!" 

"Ah, muito difícil..." - ele respondeu. E continuou:

"Até comecei a gravar os vídeos que você falou, mas aí comecei a estudar mais e vi que precisava aprender a criar um site, fazer anúncios, daí tinha que criar meu curso dentro de uma plataforma, e também usar e-mail marketing... Daí parei com tudo."

Esse é erro fatal do marketing digital: impressionar-se com o que será necessário fazer e parar de agir.

No começo, seja simples. É muito mais importante que você tenha consistência nas suas ações do que se preocupar em melhorar o que ainda está no início.

Não raro vejo pessoas se desmotivando depois de estudar muito. Mal sabem elas que o segredo não está no estudo, e sim na constância.

Quer ser YouTuber? Publique vídeos do seu jeito. Aos poucos vá aprendendo como melhorar. Implemente uma coisa nova por vez, sem se atropelar.

Quer criar um curso na internet? Comece a falar gratuitamente sobre o assunto no Instagram, por exemplo. Do seu jeito, à sua maneira. E depois comece a estudar e a aplicar, devagar, o que está aprendendo.

Se você quer trabalhar pra valer com marketing digital, siga o conselho de quem já viu dezenas de pessoas conseguirem, mas centenas de pessoas desistirem.

Acredite: em 95% das vezes, a razão da desistência é a pessoa achar que é muito difícil e parar de agir. Não caia nessa!

Follow

About the Author

Multi-Empreendedor Digital desde 2013, apaixonado em ajudar através da internet, servo de Deus, viciado em progresso e positividade. Tenho notado ao longo dos anos que pessoas de sucesso não são as mais inteligentes, as mais sábias ou as mais qualificadas. Em geral, faz sucesso quem AGE. E pra te ajudar a se tornar uma pessoa de ação é que eu estou aqui!

  • Rose Affonso disse:

    A busca por um resultado a curto prazo já me fez desistir algumas vezes…. Foi qdo me dei conta q devagar tb chega, e aqui estou, buscando aprender pra não desistir mais.
    Obrigada pelas palavras de incentivo treinador!

  • Rebeca Maiotti disse:

    Bom dia Andre!
    Acabo de perceber que faço parte dessas centenas de pessoas que desistiram… 🙁 passei o ano passado todo na pandemia estudando para entender como as coisas funcionavam… mas não pus nada em prática, justamente por ser muita coisa… e acabo deixando de fazer pq pode estar errado e eu sei como deveria ser mas “dá muito trabalho”, enfim… sou muito perfeccionista, é difícil esse “começar”! Sofro muito com procrastinação também… 😔

  • Mara Rosana dos Passos disse:

    Agradeço muito as suas recomendações, está sendo muito útil na minha vida particular e profissional.

  • >